Antuérpia

IMG_20130729_140255
City Hall

Geralmente, quando se pensa em Bélgica, as primeiras cidades que vêm à cabeça são Bruxelas e Bruges. Mas Antuérpia também merece uma visita e, para mim, foi uma grata surpresa. Não fui com o propósito de turistar pela cidade, ela era apenas meu ponto de apoio, onde eu dormiria para curtir o festival de música eletrônica Tomorrowland, que ocorre no mês de Julho na cidadezinha de Boom.

Antuérpia é a segunda maior cidade da Bélgica e é considerada a Cidade dos Diamantes, nela são negociados 80% dos diamantes brutos e 50% dos diamantes lapidados do mundo. Fica a 50 min de Bruxelas e Gante, e de Bruges a viagem de trem dura 1h20, aproximadamente.

Tive poucas horas pra caminhar pela cidade e visitar os pontos mais conhecidos, o que me chamou mais atenção foram as construções, a arquitetura e a arte urbana. Fiquei 4 noites e 4 dias, e apenas no último dia pela manhã eu consegui conhecer um pouco de Antuérpia, andei pelos arredores do Centro Histórico.

O que fazer:

Para começar, desembarcar na Estação Central já é uma atração à parte, ela foi eleita a mais bonita do Mundo. É linda, realmente.

Nos arredores da Estação Central, você pode conhecer a área de ChinaTown; o Zoológico, um dos mais antigos da Europa, e o Aquatopia, um aquário com muitas atrações.

Caminhar pela Meir, a principal rua de compras da Bélgica, com lojas populares e de grifes, restaurantes e cafeterias, e muita arte.

Praça Groenplaats, no centro histórico, cercada de bares, restaurantes e lojinhas.

Ir até a Catedral de Nossa Senhora, que é a construção Gótica mais alta dos Países Baixos e levou 169 anos para ser concluída.

Praça Grote Markt: abriga a Câmara Municipal(City Hall), restaurantes e lojinhas.

No centro da Praça se vê a estátua de Brabo, e segundo a lenda local, era um soldado que venceu a luta contra um gigante que exigia pagamento para quem quisesse atravessar o Rio Scheldt, e quem se recusava a pagar, tinha suas mãos cortadas e jogadas no rio. Brabo se recusou a pagar e se envolveu numa luta com o tal gigante, na qual conseguiu corta a sua mão e arremessar ao rio. A mão acabaria por dar à margem no local onde agora se encontra a cidade de Antuérpia. Esta é a explicação mítica do nome da cidade, hand e werpen, respectivamente mão e arremessar em neerlandês. (Fonte: Wikipedia)

Estátua de Brabo
Estátua de Brabo

Igreja de Carlos Borromeus

20130729_110839

Há muitos museus, eu não pude entrar em nenhum, por pura falta de tempo, mas os mais conhecidos são: MAS (Museum aan de Stroom), Rubens House, Museu Platin-Moretus e Red Star Line Museum.

Comer a batata frita belga, servida enrolada num papel, feito um cone, e com maionese em cima. DELICIOSA!

fries antwerp

Experimentar um waffle, que pode ser puro ou recheado, é bem tradicional por lá. Difícil escolher 1 só!

blog.laterooms.com
Pic by blog.laterooms.com

Ah! Tome uma cerveja belga! A Bélgica é considerada o Paraíso das Cervejas.

Cheers!

Anúncios

Um comentário

  1. Passei uma noite lá, num hotelzinho perto da estação e do zôo. Não vi Antuérpia de dia. Quero voltar, ainda mais agora, com essas ótimas dicas da Mara. A cidade que mais curti na Bélgica foi Ghent (em flamento) ou Gand (em francês). Mais até que Bruges.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s